Filmes por gênero

CÍRCULO DO MEDO (1962)

Cape Fear
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Barreira do medo (Portugal)
Le cap de la terreur (França)
Il promontorio della paura (Itália)
El cabo del terror (Espanha)
Cabo de miedo (Venezuela)
Farlig främling (Suécia)
Frygtens terror (Dinamarca)
Мыс страха (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Suspense, Crime
Direção: J. Lee Thompson
Roteiro: James R. Webb
Produção: Sy Bartlett
Música Original: Bernard Herrmann
Fotografia: Sam Leavitt
Edição: George Tomasini
Direção de Arte: Alexander Golitzen, Robert F. Boyle
Figurino: Mary Wills
Maquiagem: Franz Prehoda, Thomas Tuttle
Efeitos Sonoros: Waldon O. Watson, Corson Jowett
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 1963

Elenco

Gregory Peck Sam Bowden
Robert Mitchum Max Cady
Polly Bergen Peggy Bowden
Lori Martin Nancy Bowden
Martin Balsam Chefe de Polícia Mark Dutton
Jack Kruschen Advogado Dave Grafton
Telly Savalas Detetive particular Charles Sievers
Barrie Chase Diane Taylor
Paul Comi George Garner
Page Slattery Policial Kersek
Ward Ramsey Policial Brown
Edward Platt Juiz
Will Wright Dr. Pearsall
Joan Staley Garçonete
Mack Williams Dr. Lowney, veterinário
Thomas Newman Ten. Pete Gervasi
Alan Reynolds Advogado Vernon
Jack Richardson Policial
Herb Armstrong Garçom
Bunny Rhea Pianista
Cindy Carol Betty
Joseph Jenkins Zelador

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Após cumprir pena em uma prisão, Max Cady, um perigoso psicopata, entra em um tribunal à procura de Sam Bowden, o advogado que testemunhou decisivamente para sua condenação. Ele o vê participando de um julgamento e, depois, o segue até seu carro. Na ocasião, ele faz alguns comentários vagamente ameaçadores enquanto Sam se afasta. Mais tarde, Max vê Sam e sua família num boliche e tira liberdade com a garçonete. Sam telefona para o chefe de polícia, Mark Dutton, a quem comunica que Max está sendo provocador e que o ex-condenado pode vir a criar problemas para sua família. Dutton dá ordens a seus subordinados para prenderem Max por vagabundagem, mas ele, conhecendo a lei, coopera e é libertado.

No dia seguinte, Sam encontra seu cachorro envenenado. Ele suspeita de Max, mas não tem como provar. Sua esposa, Peggy, e sua filha, Nancy, ficam perturbadas e Sam lhes explica sobre o psicopata. Enquanto isso, Max contrata um advogado, Dave Grafton, que acusa a polícia de perseguir seu cliente. Dutton comenta com Sam que não pode fazer nada até que Max cometa um crime, mas o aconselha a contratar o detetive particular Charles Sievers. Este começa a segui-lo, mas como anteriormente, o psicopata sempre encontra uma saída.

Depois que Nancy é ameaçada por ele, ao sair da escola, e Peggy receber telefonemas marcados por obscenidades, Sam e a esposa discutem um plano para usarem Nancy como isca. Como resultado, ele esconde a família numa casa flutuante, no rio Cape Fear, e pede a Dutton um policial para ajudá-lo a pegar o bandido. O ardil funciona e, depois de matar o policial e atacar Peggy, Max luta contra Sam e é ferido por este. Desesperado, ele implora a Sam que acabe de uma vez com sua vida, mas o advogado declina, afirmando que ele vai apodrecer na prisão.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta J. Lee Thompson, a partir de um roteiro escrito por James R. Webb, “Círculo do Medo” é um filme norte-americano produzido pelas Melville-Talbot Productions em 1962. Sua trama, baseada num romance de John D. MacDonald, é marcada por uma tendência ao sadismo, à violência, ao terror.

Filmado logo após o popular e célebre “Os Canhões de Navarone”, o “Círculo do Medo” é um de seus melhores filmes. Ao realizá-lo em preto e branco, Thompson ajuda a criar uma atmosfera sombria, exigida pela trama, o mesmo ocorrendo com sua trilha sonora.

No elenco, Robert Mitchum e Gregory Peck brilham em seus respectivos papéis, seguidos pelas boas atuações de Polly Bergen, Martin Balsam e Telly Savalas.

CAA